01 maio 2011

Royal Wedding: urbanismo e grandes eventos



O casamento do Príncipe William com a não mais plebeia (agora é sem acento, né) Catherine Middelton causou comoção ao redor do mundo. Nas últimas semanas só se falou sobre o evento: roupas, convidados, maquiagem, toda a pompa e glamour que envolveu a cerimônia.

Mas o que essa história de "casamento real" tem a ver com arquitetura? Muito! Especialmente se pensarmos através da ótica do urbanismo.


CONTINUE LENDO O POST:


Londres, como toda grande metrópole, possui uma imensa quantidade de fluxos: carros, metrô, pedestres, que circulam diariamente por grandes avenidas, praças e monumentos históricos. Organizar um evento com as proporções do casamento real é uma tarefa difícil, não só por causa dos preparativos para a cerimônia em si, mas por que envolve toda a lógica de funcionamento de uma cidade. (aqui no Brasil, compararia ao carnaval, desfiles de 7 de setembro, festas de São João, micaretas, posses de chefes de Estado...)




Sendo o casamento um acontecimento social que atraiu muita gente para as ruas, a principal tarefa foi a de organizar da melhor forma a grande multidão, e um arquiteto urbanista com certeza tem papel chave na equipe multidisciplinar responsável por isso  (envolve engenheiros de tráfego, policiais, seguranças, governantes...).

Uma das missões, é definir em quais lugares as pessoas podem ficar, e quais são proibidos, numa intricada rede de bloqueios ao redor do trajeto da realeza, que envolve decisões sobre quais avenidas ou ruas serão bloqueadas, mudanças de sentido dos carros, isso tudo sem interferir no funcionamento do restante da cidade. 




Outra, é sem dúvida proteger os monumentos históricos, que podem ser danificados durante o evento devido à ação dos eufóricos visitantes em grande número. A segurança dos protagonistas, líderes de Estado e pessoas com patentes também é essencial, então a distância entre o cortejo e os espectadores é de extrema relevância.

Por fim, mas não menos importante, é deixar a cidade com cara festiva: a decoração ficou por conta das grandes bandeiras inglesas, em escala compatível com a largura e comprimento das imensas avenidas londrinas, que embelezaram e ao mesmo tempo ressaltaram o patriotismo da população. De forma simples e bonita, demarcaram o percurso e deram um colorido especial ao verde das árvores. 




O resultado de todo o esforço foi um evento impecável, digno de reis e rainhas. (embora alguns espertinhos tenham pulado nos espelhos d´água!)



__________

Blogger: 2 Comentários

casabela 5 de maio de 2011 21:36

Demais! Essas fotos sao sensacionais! Adorei o seu blog, parabens! Ja assinei... :)
Bjs!

Blog da Arquiteta 25 de agosto de 2011 03:42

Obrigada! Fico feliz que tenha gostado, volte sempre...

Postar um comentário

Facebook: comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...