14 novembro 2012

Marceneiro ou loja de planejados: dicas de como escolher







É verdade que na hora de mobiliar o apartamento ou casa, quase todos passam pelo dilema: mando fazer no marceneiro, ou compro na loja de modulados?
Esse post pretende esclarecer algumas dúvidas ... Vamos mostrar alguns prós e contras de cada um, e a decisão final, fica por sua conta! ;)


Marceneiro:

Prós:
-O acabamento no marceneiro muitas vezes é melhor que o da loja, pois é um trabalho mais "artesanal";
-Você pode ter como referência trabalhos realizados por ele na casa de outras pessoas, para ver se está bem-feito;
-A negociação de valores e a conversa é mais flexível;
-Pode sair mais barato que comprar na loja;
-Você terá mais flexibilidade para escolher tamanhos e acabamentos, detalhes especiais, cores, etc.

Contras:
-O marceneiro geralmente não fornece certificado de garantia, cabendo a relação de confiança fazer esse papel - se o móvel estragar, apele para a boa vontade dele. (você pode escrever um contrato antes e pedir para ele assinar e registrar em cartório, é uma boa opção para evitar surpresas)
-Nem sempre ele pode cumprir os prazos, deixando você na mão; (a ideia acima do contrato também vale aqui);
-Você terá que levar o projeto já desenhado por um arquiteto ou designer de interiores, correndo o risco de "bolar" tudo sozinha com o marceneiro e no final não ficar legal.

Lojas:

Prós:
-A loja conta com profissionais especializados que podem te guiar na hora do projeto dos móveis;
-As lojas fornecem garantia de alguns anos, então você pode requerer reparos caso estrague antes do tempo;
-Você pode ser mais rígido (a) na cobrança dos prazos de entrega e montagem, pois tem direitos como consumidor;
-É possível visualizar em showroom e catálogos o resultado final.

Contras:
-O preço é geralmente mais salgado;
-O acabamento pode não ser tão caprichoso quanto o do marceneiro;
-A durabilidade pode não ser tão alta;
-A loja não é tão flexível quanto a tamanhos e modulações, pois geralmente as dimensões já são pré-estabelecidas, ficando limitado detalhes adicionais.

A decisão final depende de cada caso e situação, às vezes uma é mais adequada que a outra, então cabe ao cliente pesar prós e contras na sua escolha! ;)



Blogger: 14 Comentários

Marcenaria & Cia de Projetos Astok 14 de novembro de 2012 11:23

infeliz mente o mesmo problema que tem na loja tem na marcenaria, o cliente pode tanto entra com processo contra a marcenaria e também contra as lojas, (A marcenaria tem nota fiscal e contrato e garantia assim como as loja)temos que prestar a tenção nas marcenarias, tem marcenaria e marcenaria as fundo de quintal que geralmente não tem documentos e da trabalho para o consumidor (venha conhecer a nossa marcenaria)

Elcio 14 de novembro de 2012 22:22

Ótimas dicas. Não sabia que um marceneiro acaba saindo com um preço bom em relação a loja, justamente pelo acabamento artesanal.

Marco Tulio 11 de fevereiro de 2013 02:15

Pelo que entendi, se a pessoa tiver um marceneiro de confiança(ou bem indicado), uma ideia melhor do projeto e, talvez até um modelo, o marceneiro é muito mais viável. Caso contrário e precise de mais agilidade menos personalização pode-se optar pelas lojas?

Blog da Arquiteta 12 de fevereiro de 2013 18:24

É por aí mesmo, Marco, confiança e pesquisa!

Vanderlei Marques 15 de fevereiro de 2013 19:29

Procurei um marceneiro indicado,ele pediu para eu arrumar o projeto que um amiga acabou fazendo,ele pediu metade a vista para comprar o material e um cheque para 30 dias,ocorre que ele enrolou e não terminou o serviço,ao procurá-lo disse que o sócio lhe deixou na mão,entrei nas pequenas causas mas está muito difícil,depois fiquei sabendo que o sócio dele entregou portas empenadas e os rodízios quebram pois não suportam o peso das portas,não quero mais este tipo de profissional (se é que um) em minha casa,esgotou a paciência.

Cayo Fellipe 25 de novembro de 2013 11:42

Parte dessa matéria não é verdade. Sou Arquiteto, e Designer de Interiores, formado na UFPE, e tenho certeza que o acabamento que a loja especializada em Móveis Planejados com certeza tem o acabamento impecável, pois passa por uma série de processamentos industriais, e quando artesanato virá a ter acabamento melhor que a máquina podem destruir todos os maquinários. De certo que o valor dos móveis é um pouco mais caro, mas você preza pela qualidade e funcionalidade que o profissional da área venha a ter, pois ele é capacitado. O marceneiro de certa forma é bem mais barato, pois se trata de um contato informal que você pode procurar, mas sem garantias e com acabamentos que deixam a desejar. E outra POR FAVOR, NÃO CAIAM NA MENTIRA QUE O MDF É MELHOR QUE MDP. O que existe na verdade são usos diferentes. Para algumas situações o MDF é melhor aplicado, e para outras o MDP é melhor aplicado. Hoje existe essa divergência, porque como o marceneiro não detém de maquinário apropriado para fazer cortes em chapas em MDP, ele diz que o MDP é ruim. Mas não, ele que não tem as ferramentas certas. Enquanto ao MDF que é bem mais fácil de fazer cortes porque as ferramentas são mais acessíveis para o marceneiro. (isso me dirijo a maioria dos casos, tá, claro que deve existem quem trabalhe também com MDP)

Blog da Arquiteta 26 de novembro de 2013 01:46

Então, cayo, cada um com sua opinião. O post não pretende colocar nenhuma verdade absoluta, apenas comentar algo com base em experiências já ocorridas. Se escrevi isso, é por que acontece comigo dessa maneira. Aliás, seu comentário certamente é imaprcial, já que você trabalha na Finger...

aumentar curtidas 16 de fevereiro de 2014 01:59

excelente post e website gostei !

Art' Completa 25 de março de 2014 11:56

A Marcenaria Art'Completa oferece um serviço de assessoria para trabalhos em madeira e acabamentos que vão desde a aquisição da matéria prima, a execução dos trabalhos e entrega do produto final. A garantia é de 05 anos para interiores e 03 anos para exteriores. Consulte o aite - www.artcompleta.com.br

Art' Completa 25 de março de 2014 13:25

o arquiteto Cayo Felipe está redondamente equivocado. Eu afirmo. Você precisa pesquisar o mercado moço, um arquiteto tem a obrigação de fazer isso, principalmente quando faz comentários como esse. A comodidade da informatização leva jovens, sem nenhum conhecimento prático e sem nenhum conhecimento de mercado, a cometerem equivocos e , diria até, injustiças como as que foram apresentadas em seu comentário. Lamnetável.

Projeto Valmjoc 25 de agosto de 2014 23:08

um breve comentário de um marceneiro que ja foi legista da D...
A Grande indústria vem perdendo espaço no mercado porque ela tem exigido dos legistas metas de vendas entre tantas coisas obrigando os legistas a tomarem decisões extremas com seus vendedores como a comissão progressiva, afim de bater a meta,entre tantas coisas que nem vou comentar aqui assim a tal pós venda só existe através de uma mentirinha pegada para o chefe ,A respeito do acabamento realmente são ótimos e isto vale para o bom marceneiro e para a boa loja,lembro que acessórios estão ao mercado para todos e são inúmeros fabricantes de aramados mdf, fórmica, manchetados,puxadores, pra lá de mil e tantos, É importante frisar que o MDP é o AGLOMERADO, basta o cliente que não entende do assunto , só olhar bem na cara do vendedor e perguntar se este tal MDP é aglomerado? ,caso não faça assim pode pedir para ele mostrar por dentro do local onde prende a dobradiça da porta.e verás um mentiroso, é melhor falar que é aglomerado e que por ele ter partículas maiores é mais resistente ao empeno, contra partida a garantia é a mesma do MDF, ou seja nenhuma, pois se molhar estraga e restringe a garantia,se der broca ou cupim restringe a garantia e se precisar trocar umas dez dobradiças,ja se prepara para ser arrolado ou pagar uma visita técnica acrescida de uns itens a mais levando em conta que perder tempo com venda de planejados não é um bom negócio para o vendedor,.
No que se refere a lei , ela existe para as grandes lojas e marceneiro fundo de quintal,no entanto a garantia existe é só correr atraz não precisa estar em contrato pois todos conhecem a lei do consumidor inclusive o cliente conhece bem. tipo não cumpriu o pau comeu na justiça isto vale também para o comprador .uma boa dica é se o marceneiro ou legista foi indicado ,isto já é um grande passo para tudo dar certo no final, por isto digo sr° legista continue fazendo um bom trabalho para não frustrar seu cliente porque eu https://www.facebook.com/aviatesimulator continuarei fazendo o meu
desejo que todos trabalhem ganhando o alimento para o dia a dia sem ofensas nem mentiras como observei acima.

Unknown 21 de setembro de 2016 11:40

Li a matéria e claro os comentários. Cayo Fellipe excelente comentário. Blog da arquiteta não é questão de opinião e sim de profissionalismo e conhecimentos das áreas destacadas na matéria. Pagamos proporcional a qualidade recebida e fornecida pelo produto.

Arq. Thiago de Freitas 24 de setembro de 2016 17:11

Boa matéria, parabéns pelo Blog.

Arq. Thiago de Freitas >>> http://dfreitasarquitetura.blogspot.com.br/

Anônimo 15 de março de 2017 19:07

Cayo Fellipe vai projetar casinha para Barbie filho

Postar um comentário

Facebook: comentários

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...